Como comer sem Glúten

Como comer sem glúten

Comendo sem glúten

Hoje vivemos no mundo do glúten, tudo o que você possa imaginar de uma forma ou outra tem glúten e a lista é grande vai desde: Pão, torrada, bolacha, biscoito, massas, bolos, Cerveja, pizza, salgadinhos,  Gérmen de trigo, Queijos, ketchup, maionese, Salsicha, temperos industrializados; xaropes e alguns remédios e por ai vai.

Mais o que afinal é o glúten?

O glúten, não é um carboidrato, e sim uma proteína. Na verdade, um conjunto destas. O glúten é a combinação de dois grupos de proteínas: a gliadina e a glutenina, encontradas dentro de grãos de trigo.

Se você se sente mal com alimentos que contem glúten mesmo os integrais, aqui abaixo deixo uma relação de itens que não contem glúten.

Os itens a seguir podem ser consumidos sem restrições na sua dieta sem glúten

  • Gordura saudável: azeite extra virgem, óleo de gergelim, óleo de coco, gordura orgânica e manteiga orgânica, (ghee), amêndoa, abacate, cocos, azeitonas, nozes e manteigas de nozes, queijo (dependendo do tipo) e sementes (sementes de linhaça, sementes de girassol, sementes de abóbora, sementes de gergelim, sementes de chia).
  • Proteína: ovos inteiros; peixe selvagem (salmão, bacalhau preto, garoupa, arenque, trutas, sardinhas); mariscos e moluscos (camarão, caranguejo, lagosta, mexilhões, amêijoas, ostras); carne de boi (desde que seja alimentada com pastagem natural), aves, (cordeiro, fígado, frango, peru, pato, avestruz, vitela vale a observação de que os mesmos não tenham sido alimentados com rações de confinamento fechado).
  • Legumes: frutíferas e alfaces, espinafre, brócolis, couves, acelgas, repolho, cebolas, cogumelos, couve-flor, couve de Bruxelas, chucrute, alcachofra, brotos de alfafa, feijão verde, aipo, rabanetes, agrião, nabo, aspargos Alho, alho-poró, erva-doce, cebolinha, gengibre,
  • Frutas com baixo teor de açúcar: abacate, pimentão, pepino, tomate, abobrinha, abóbora, abóbora, berinjela, lima e limão.
  • Ervas temperos e condimentos: ketchup orgânico, mostarda. Não há praticamente restrições sobre ervas e temperos; seja consciente de produtos embalados, no entanto, observe se foram processados em na mesma processadora que alimentos que contem glúten.
  • Grãos sem glúten: amaranto, trigo sarraceno, arroz (marrom, branco, selvagem), milho, quinoa, sorgo, (Uma nota sobre aveia: embora a aveia não contenha naturalmente glúten, eles são frequentemente contaminados com glúten porque são processados ​​em moinhos que também lidam com o trigo, evite-os a menos que tenham garantia de que eles não possuem glúten). Tenha cuidado ao comprar os grãos tipo feijão, lentilhas e ervilhas que são processados no mesmo moinho que processa outros produtos com glúten , pois sua estrutura física muda, e isso aumenta o risco de uma reação inflamatória.

 

A melhor forma de saber se você é sensível ao glúten fazer um exame, especifico, já que o de sangue tradicional não ira identificar os anticorpos específicos para saber se você tem resistência ao glúten. Se você sente alguns destes sintomas então é bem possível que você tem certa sensibilidade ao glúten

Sintomas:

Vale salientar que estes sintomas podem vir associados de outros fatores, mas que podem ter origem no consumo de glúten se você tir sensibilidade a ele.

  • Confusão mental
  • depressão
  • distúrbios digestivos
  • dores no peito
  • osteoporose
  • enxaqueca
  • má absorção de alimentos
  • náuseas e vômitos
  • síndrome do intestino irritável
  • urticárias erupções cutâneas

Neste caso é bom consultar um médico e solicitar os exames:

  • Hemoglobina Glicada
  • Frutosamina
  • Glicemia de Jejun
  • Insulina de jejun
  • Homocisteina
  • PCR
  • Cyrex matriz 3
  • Cyrex matriz 4

 

Espero ter ajudado de alguma forma e até a próxima postagem

Caso tenha alguma outra dúvida pode me contatar através do e-mail

contato@verdesnaturais.com

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *