O segredo dos Shakes. Será que eles emagrecem mesmo?

  Será que eles emagrecessem mesmo?
O segredo dos Shakes. Será que eles emagrecessem mesmo?

 

 

Quando pesamos em fazer regime, a primeira coisa que vem a mente é: Qual o melhor shake pra emagrecer?   O certo que na grande maioria dos casos, você vai passar fome, e ainda prejudicar o seu metabolismo, além de ganha todo o peso perdido de volta em pouco tempo, que é o efeito sanfona e isso acarreta muita frustração e sofrimento.

Em médio e longo prazo o segredo dos shakes é revelado, eles não funcionam. Eles são a enganação artificiais, além de serem definitivamente  uma opção nada saudável a médio e longo prazo.

Para emagrecer com saúde, você deve abolir da sua vida essa fórmulas mágicas e rápidas de emagrecimento, e investir em uma alimentação de verdade.

 

 

Veja agora como são preparados os Shakes:

O alimento

A maltodextrina

Para substituir as refeições, eles têm muito carboidrato, ou maltodextrina, no caso. Produzido a partir do amido de milho, esse ingrediente é digerido devagarinho pelo organismo, o que garante uma falsa energia ao corpo no período em que você deveria estar se alimentando. Por isso a maltodextrina é a rainha dos suple­mentos consumidos por maratonistas e marombeiros.

Os gases

A albumina

Velha conhecida dos puxadores de ferro, a albumina é a proteína da clara de ovo (aqui, extraída da clara desidratada). Se por um lado fornece uma variedade de aminoácidos à mistura, por outro é respon­sável pelo mais desa­gradável dos efeitos colaterais: o excesso de gases, produzidos durante o processo de digestão. A dose de proteína da mistura ainda é reforçada por leite em pó e soro de leite, mas, mesmo assim, passa longe de valer por um bifinho: corresponde a só 10% de um bife.

O Marketing

As vitaminas e minerais

Em um prato de comida, nutrientes como vitaminas e minerais vêm incluídos. Mas no shake é preciso adicioná-los, pra ninguém falar que a refeição é pobre em vitaminas e mine­rais. Aqui a dose tem 23 ingredientes, como ferro e selênio. Este último aparece também em painéis solares, porque ajuda a converter a luz em energia.

 A mágica

A Goma guar

Fibra solúvel extraída do guar, uma planta originária da índia. Já no copo ela começa a desempenhar a sua função: dar mais consistência ao shake. Mas a goma só atinge seu máximo de viscosi­dade duas horas depois de hidratada. A essa altura ela já estará no seu estô­mago, promovendo a mágica sensação de barriga cheia.

Laxante

A farinha de aveia

Esse punhado de nutrientes desidra­tados sem fibras inge­ridos na forma líquida podem deixar o intes­tino preguiçoso, já que ele praticamente não vai ser requisitado. É aí que entra a farinha de aveia: suas fibras não solúveis ajudam a aumentar o volume do bolo fecal e a manter, digamos, sua regulari­dade intestinal.

O tempero

Os corantes e aroma artificiais

Junte todos esses ingredientes e imagine o gosto da mistura: até um prato de chicória seria mais atraente. Mas tudo pode ser facilitado por sabores como morango, baunilha ou chocolate, graças a uma dose generosa de aromati­zantes e corantes. O sabor doce também é artificial, mas pelo menos não engorda.

Óleos Vegetais

Os mais usados são o de Canola e o de Palma: Óleo poli-insaturado rico em ômega 6, causa inflamações no organismo e dificulta o emagrecimento.

Prefira os sucos Detox

Se você procura uma maneira fácil de aumentar a ingestão de nutrientes, prefira os sucos detox para uma alimentação saudável.

Os sucos detox utilizam alimentos in natura, de verdade, e são rico em vitaminas e minerais. Você pode variar o tipo de ingrediente utilizado em cada receita, assim você varia a ingestão de nutrientes e sabores.

Na hora de preparar o seu suco detox tome bastante cuidado de incluir os ingrediente certos  para não ter choque de elementos  entre as proteína, carboidrato, gorduras boas e fibras.

Na próxima postagem estarei abordando a respeito dos sucos Detox

Até a próxima

Abraços

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *