Alimentação nutricional como ela ajuda a combater e a ansiedade.

Alimentação nutricional como ela ajuda a combater e a ansiedade.

 

Hoje a depressão e a ansiedade somam-se quase um quarto (23%) dos atendimentos em saúde mental no Sistema Único de Saúde, segundo Organização Mundial da Saúde (OMS). E com a pandemia da covid-19, pelo isolamento a situação piorou mais ainda, fazendo dos distúrbios psicológicos um agravante.

Há diversos fatores que podem desencadear a ansiedade, como: hábitos de vida inadequados, deficiência nutricional, idade, experiências traumáticas, mudanças hormonais, por ser diária e cíclica, a nutrição está fortemente interligada com os fatores hormonais e psíquicos

O tratamento para transtornos como a ansiedade era e ainda é em alguns casos feito através de medicações. Porém temos na alimentação muitas vitaminas e minerais como  C, D, complexo B e minerais como o magnésio que são benéficos e necessários para auxiliar no transtorno da ansiedade.

A má alimentação, afeta todo o corpo e piora e muito o quadro clínico das pessoas que vivem com ansiedade. A alimentação adequada pode contribuir para a melhoria da qualidade de vida das pessoas, sendo que o desequilíbrio nutricional afeta principalmente o cérebro e o intestino, já que é considerado como o segundo cérebro por apresentar uma relação direta com o Sistema Nervoso.

Alimentos funcionais

Conheça oito alimentos funcionais

Podemos buscar na alimentação nutrientes importantes para reduzir a ansiedade e dar uma sensação de calma e tranquilidade. Alimentos como: kombucha, iogurte natural fermentado e chá de camomila e melissa, bem como as oleaginosas: castanha do Pará, amendoim, nozes, amêndoa bem como a aveia a banana, a lentilha e o feijão, que são alimentos ricos em triptofano e que ajudam na produção de serotonina hormônio do bem estar.

Você pode melhorar a transmissão dos neurotransmissores GABA e da serotonina, comendo  alimentos ricos em magnésio, como a  semente de abóbora, arroz integral, espinafre, brócolis, pois são ricos em ácido fólico, beterraba, gérmen de trigo, e alimentos fonte de vitamina C como a goiaba, acerola, kiwi, laranja, mexerica e limão. O consumo destes alimentos é benéfico pois atuam como antioxidantes e anti-inflamatórios, favorecendo a qualidade das bactérias no intestino.

Nesta situação evite, consumir alimentos que venham a provocar alergias e inflamatórios como a maioria dos industrializados, processados e ultraprocessados. Porém, lembre-se tudo o que você come vai refletir em sua saúde é necessário um esforço inicial. Todos nós devemos ter cuidados da forma como vivemos e nos alimentamos, por este motivo, respeite suas particularidades, escute seu eu interior. Faça o melhor para você mesmo.

Share and Enjoy !

Shares

Talves você também tenha interesse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *