Dicas alimentares para evitar Enxaqueca

  • Adequar o consumo de carboidratos especialmente os complexos (cereais, massas, pães, farináceos.), já que o cérebro utiliza os nutrientes provenientes destes alimentos como fonte de energia em todas as suas funções.
  • É importante acrescentar frutas na dieta, pela maior quantidade de vitaminas, minerais e fibras que possuem, sendo estes nutrientes para o bom funcionamento do organismo.
  • O Selênio, um mineral envolvido no funcionamento do sistema nervoso central, também pode ser eficiente no controle do problema. O consumo de apenas uma unidade de castanha do Pará é suficiente para alcançar as quantidades recomendadas diariamente.
  • O fracionamento da dieta deve acontecer com a ingestão de seis pequenas refeições por dia evitando os jejuns prolongados, que são considerados causadores de crises de enxaqueca.
  • Todas as bebidas alcoólicas podem causas enxaqueca, porem os vinhos tintos são mais prováveis de provocar a dor devido ao seu conteúdo de taninos. Evitar o consumo de varias doses, pois pode aumentar a possibilidade de uma crise de enxaqueca.
  • Estudos sugerem que baixos níveis de magnésio facilitariam o desenvolvimento do vaso constrição que acarretaria a enxaqueca. Portanto é importante ingerir alimentos fontes destes minerais, como as folhas verdes escuras, soja, leguminosas, castanhas, cereais como a aveia, arroz integral Paes integrais carnes peixes (Salmão) e ovos.
  • Assim como o magnésio a vitamina B2 seria eficaz na prevenção e tratamento da enxaqueca. O mecanismo pelo qual estes nutrientes agem na enxaqueca é incerto, mas é possível que ocorra estabilização de membrana celular e melhora da função mitocondrial. As principais fontes de vitamina B2 são o leite, queijos principalmente ricota e requeijão iogurtes, carnes magras e vegetais verdes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *