JEJUM INTERMITENTE você sabe o que é

JEJUM INTERMITENTE você sabe o que é

 

O jejum intermitente não é uma nova maneira, criada pela Indústria de Dieta, ela já existe há um bom tempo.  O jejum intermitente se relaciona mais para um estilo de vida do que propriamente a uma dieta da moda.

Através do jejum que é o ato de deixar de comer, dá-se a  autofagia isso faz com que as estruturas (organelas) existentes em nossas células, literalmente, “se comam”. Este “canibalismo” promove a renovação celular.

Neste processo as células nervosas, podem se renovar através da autofagia

Do mesmo modo, mudando a forma com que você se alimenta, é possível fazer com que o seu cérebro te mantenha mais focado e produtivo, principalmente no trabalho e estudos. Praticar o jejum intermitente é muito mais fácil do que você imagina.

O jejum intermitente  não é uma forma de resolver todos os seus problemas de saúde e nem a maneira rapida de pagar pelos erros de estilo de vida que você andou cometendo nos últimos anos. Jejuar não é penitência.

Pode-se observar uma melhora na sensibilidade insulínica através do jejum intermitente. Ele também aumenta a produção de trifosfato de adenosina (ATP), as células da energia, ou seja, a energia para todas as nossas células.

O que a autofagia faz com as suas gorduras

Ao fazermos o jejum, o nosso corpo trabalha para produzir a sua própria energia. Então nosso  organismo precisa produzir ATP, que garante a saúde de todas as células.

No jejum intermitente, as nossas gorduras viscerais, subcutâneas e celulites são transformadas em verdadeiras usinas elétricas. Sabendo deste mecanismo fica fácil entender por que o jejum é essencial para eliminar as gorduras que causam doenças, assim como para eliminar processos inflamatórios pelos quais o nosso corpo já está passando.

Pense por um momento: não adianta querer emagrecer para se tornar uma pessoa mais magra saudável e esbelta. O segredo é: busque o emagrecimento através de práticas saudáveis como o jejum intermitente e torne-se uma pessoa saudável, Assim, emagrecer será um dos efeitos positivos em sua vida.

Outros benefícios importantes do jejum são:

– Acelera o metabolismo;
– Quando associado ao treinamento de alta intensidade (HIIT), estimula o crescimento dos hormônios do crescimento (necessário para o combate ao envelhecimento) em até 1300% nas mulheres e 2000% nos homens, conforme comprova estudo científico do Intermountain Hearth Institute.
– Este mesmo estudo mostrou ainda que o jejum pode reduzir os triglicérides, aumentar o colesterol denominado de bom (HDL) e reduzir o colesterol conhecido como ruim (LDL), além de reduzir a quantidade de açúcar no sangue  ão importa quantos anos você tenha.

Este estado metabólico, em que o corpo queima cetonas – em vez de depender de açúcar ou carboidratos – para produzir energia, baseia-se em queimar as gorduras que não são saudáveis.

Passo a passo do Jejum Intermitente

 

Semana 1

– Dias 1, 3 e 5:

(Se começar numa segunda-feira, faça esse passo a passo na quarta e sexta-feira também)

Objetivo: fazer jejum intermitente durante 12 horas.

  • • Faça a sua última refeição por volta das 19h, por exemplo;
  • • Durma por 8h;
  • • Tome seu café da manhã às 7h.

O horário para jantar e, consequentemente, iniciar o jejum é flexível. Se você só consegue fazer sua última refeição mais tarde ou, por necessidades de trabalho ou compromissos, precisa acordar em horário diferente, sem problemas. O importante é fazer o jejum por 12 horas.

Semana 2

– Dias 8, 9, 10, 11 e 12:

(De segunda a sexta)

Objetivo: fazer jejum intermitente durante 14 horas.

  • • Faça a sua última refeição por volta das 19h, por exemplo;
  • • Durma por 8h;
  • • Caso ache necessário, você pode tomar café preto misturado com alguma gordura boa, como óleo de coco, manteiga ghee (também conhecida como clarificada) ou azeite de oliva. Ou ainda consuma 2 ou 3 ovos cozidos. Cozinhe por 7 min. Assim, você estará se beneficiando das boas proteínas (Luteína e Zeaxantina) existentes na gema.
  • • Faça sua primeira e “boa” refeição às 09h.

O horário para jantar e, consequentemente, iniciar o jejum é flexível. Se você só consegue fazer sua última refeição mais tarde ou, por necessidades de trabalho ou compromissos, precisa acordar em horário diferente, sem problemas. O importante é fazer o jejum por 14 horas.

Semana 3

– Dias 15, 16, 17, 18 e 19

(De segunda a sexta)

Objetivo: fazer jejum intermitente durante 16 horas.

  • • Faça a sua última refeição por volta das 19h;
  • • Durma por 8h;
  • • Tome  um café preto misturado com alguma gordura boa, como óleo de coco, manteiga ghee (clarificada). Estas boas gorduras dão a sensação de saciedade, além de ser uma excelente fonte de energia. Agora, você pode consumir os ovos fritos em óleo de coco;
  • • Faça uma boa grande refeição às 12h.

O horário para jantar e, consequentemente, iniciar o jejum é flexível. Se você só consegue fazer sua última refeição mais tarde ou, por necessidades de trabalho ou compromissos, precisa acordar em horário diferente, sem problemas. O importante é fazer o jejum por 16 horas.

Semana 4

– A partir do dia 22

(Todos os dias)

Agora, você e seu organismo já estão preparados para fazer o jejum de 16 horas todos os dias.

Portanto, continue a aplicar o que foi proposto para a semana 3. Veja, você não está fazendo uma dieta (por período limitado)! Você está modificando sua alimentação e melhorando sua saúde para o resto da vida!

Share and Enjoy !

0Shares
0 0 0

Talves você também tenha interesse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *