Alimentação na 3 idade

 

A princípio a alimentação na 3a. idade deve se adequar as condições orgânicas ou funcionais de cada indivíduo.

Na verdade, ela precisa ser muito rica em elementos vitais (vitaminas, minerais, enzimas, fibras) e muito pobre em produtos refinados !!

Para se manter saudável nesta fase da vida é fundamental que faça uma alimentação completa, equilibrada e variada, com todos os grupos da roda dos alimentos, ingerindo as doses diárias recomendadas de cada um dos nutrientes.

Grande parte dos idosos tem dificuldades de mastigação e de digestão, por isso, é essencial que faça refeições saudáveis e saborosas, fáceis de mastigar, engolir e digerir, para que se sinta bem diariamente.

Como as necessidades calóricas diminuem com a idade, a sua alimentação deve incluir alimentos de pouco volume e calorias concentradas, que sejam ricos em proteínas, vitaminas e minerais.

Lembre-se que, durante o processo de envelhecimento, é importante que mantenha um peso estável e saudável, para que não haja um aumento excessivo da gordura corporal e todos os problemas de saúde que lhe estão associados ou, pelo contrário, carência de determinados nutrientes vitais, que o podem deixar mal nutrido.

Para além de todas as mudanças acima referidas, os idosos sofrem uma diminuição de algumas capacidades sensoriais. A capacidade das pupilas gustativas tende a diminuir com a idade, o que o pode levar a preferir comidas muito doces, ingerindo uma quantidade excessiva de açúcar, ou muito salgadas, o que pode contribuir para a hipertensão. O seu olfato e visão também tendem a diminuir, podendo levá-lo a preferir comidas com odores fortes ou até a perder o apetite.

Tenha em atenção estas alterações que vão ocorrendo no seu corpo com o avançar da idade e procure sempre fazer uma alimentação saborosa, mas ao mesmo tempo saudável. O seu paladar agradece e o seu corpo também.

Faça uma suplementação preventiva.

Exemplos de suplementos :

  • cálcio, magnésio, Vitamina D – para osteoporose
  • vitamina E, vitamina C , betacaroteno e selênio – para o mal de Parkinson e Alzheimer
  • vitamina C, vitamina B6, vitamina B12, ácido fólico – para o fortalecimento do sistema imune
  • lactobaccilus – para recuperar a flora intestinal e consequentemente melhorar a absorção de nutrientes

vitamina C e bioflavonóides – fortalecimento do sistema circulatório

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *