Três regras para comer no verão!

Três regras para comer no verão!

Se acha que as queimaduras de sol são os maiores problemas do verão deveria levar em conta o seguinte: todo ano, milhões de pessoas com casos de intoxicação alimentar são notificadas e, segundo os especialistas, há mais desses casos no verão do que em todas as outras estações do ano. Isso acontece porque as bactérias criadoras de problemas prosperam no tempo quente, principalmente se for na faixa dos 32o C. Felizmente, pesquisas recentes identificaram nova medidas importantes que podem nos proteger.

1 – Faça marinadas ácidas, acrescente vinagre ou suco de limão ao tempero com alho e sal, pode tornar a carne menos perigosa. As marinadas ácidas tendem a retardar a proliferação de bactérias na carne. Basta deixar de molho do jeito certo na geladeira, não na bancada da pia. Aves e carnes picadas não devem marinar mais de dois dias, porem carnes de porco, bovina, e carneiro podem ficar ate três dias de molho não mais que isso.

2 – Nos hambúrgueres fique atento à temperatura e não a cor. Não se pode confiar na cor nem na textura para indicar o ponto certo de cozimento. Em estudos recentes fatores como de embalar a carne moída afetaram a cor da carne ao cozinhar. Aqueça o hambúrguer até que a temperatura chegue a 70 o C, pois assim todas as bactérias nocivas terão morrido.

3 – Não  confie nos pré lavados, verduras como alface, espinafre e repolho, saõ alimentos mais perigosos, de acordo com o Centro pela Ciência no interesse Público dos EU. Além disso, as saladas pré-embaladas têm mais probabilidade de provocar problemas digestivos do que as verduras frescas e inteiras. A razão: as folhas cortadas são mais vulneráveis ás bactérias, e o grande volume de verduras processadas ao mesmo tempo provoca risco mais alto de contaminação cruzada.

Ao comprá-las lave-as novamente enxágüe cuidadosamente as folhas em água fria, chacoalhe bem para remover toda a água. Coloque o restante da verdura em sacos de plástico seco e de preferência sem ar dentro. Use no máximo dentro de uma semana.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *