Cultivando e utilizando ervas

Ultimamente, os jardins de temperos têm sido os preferidos de quem mora a metros de altura. Assim hoje uma prática é estar cultivando e utilizando ervas em casa, ou apartamento. Temperos, perfumes, chás  revigorantes e remédios calmantes são algumas das maneiras de empregar as ervas do cultivo em locais pequenos e domesticos, plantas em geral mais utilizadas pelos sabores, aromas ou propriedades medicinais.

O tamanho do jardim não é muito importante para o cultivo das ervas. Mas é grande o prazer de usar aquelas que foram cultivadas por você mesmo em sua própria casa, com apenas algumas espécies reunidas em uma bacia, jardineira, no peitoril da janela, em elementos presos no muro ou plantadas entre os canteiros de flores de seu jardim. Não é necessário ter uma experiência anterior em jardinagem. A maioria das ervas é muito fácil de cultivar e resiste a pragas, alem de ser mínima a sua manutenção.

Cuidados básicos

A principal necessidade da maioria da ervas é o sol uma exposição direta, diária, e de no mínimo cinco horas. Sem isso, elas crescem fracas e com pouco sabor. Para obter luz solar suficiente, plante as ervas em jardineiras que possam ser transferidas de lugar. Caso não possa oferecer a quantidade suficiente de luz solar, talvez seja melhor cultivar algumas ervas que toleram bem a sobra parcial, como a hortelã-pimenta, a erva cidreira a borragem e a salsa.

A maioria das ervas também precisa de um solo bem drenado e fofo.Caso esteja palntando no jardim ou quintal faça pequenos montes para que fiquem  inclinados , cercando-os com tijolos, pedras ou blocos de concreto. Tais canteiros conservam o jardim de ervas mais limpo e fácil de cuidar. Para prepara o solo, cave bem fundo, no mínimo 30 cm, se o solo for duro, ou tiver grande porcentagem de argila, coloque também varias pás de material orgânico, como adubo, húmus de folhas ou estrume curtido, alem de um pouco de areia grossa, para melhorar a drenagem. As ervas em geral preferem um solo neutro ou levemente alcalino. Caso esteja plantando em vasos ou em jardineiras de preferência para que estes tenham a profundidade de no mínimo 45cm. Ele deve ter de um terço a metade da altura da planta.

Uma mistura adequada para colocar plantas em vaso é constituída de partes iguais de terra vegetal esterilizada e areia grossa. Se possível, acrescente um pouco de estrume bem curtido. A forma mais econômica de cultivar ervas é a partir de sementes, mas isso exige grande paciência e , em geral se produz mais mudas de que se precisa. Ervas de crescimento lento, como o orégano, tomilho, salsa, hortelã e cebolinha podem ser plantadas dentro de casa, no período de um mês e meio a dois, antes de serem colocadas do lado de fora ou, nas regiões frias antes da ultima geada.

A terra certa para plantio é uma mistura de 1:1:1 de: terra preta (húmus), terra vermelha e areia grossa de rio (usada em construções). A terra preta possui os nutrientes, a vermelha tem a função de reter a água e a areia melhora a drenagem. A terra mais solta e fofa é a ideal para o plantio de sementes.

Outras espécies não devem ser cultivadas em interiores alem do tempo de um mês. Prepare as bandejas de sementes ou vasos com terra tratada,e misturada com adubo orgânico. Plante as sementes de acordo com as instruções do pacote. Cobra-as com plástico preto e ponha-as no lugar aquecido e com luz fraca. Devem ser conservadas úmidas ate germinar. Se a terra secar, molhea-as. Assim que os brotos aparecerem, remove o plástico e ponha as mudas em lugar claro, mas não sobre sol.

Também contribuem para a drenagem: brita, cacos de telha, pedrinhas ou que devem ser colocadas antes da terra, no vaso. Além da pouca exposição ao sol, outro fator que prejudica a plantação é o excesso de vento. Com exceção de tomilho, tomilho-limão, lavanda, capim-limão e alecrim, a maioria dos temperos é pouco tolerante às ventanias.

Só as exponha a pleno sol quando brotarem as primeiras folhas verdadeiras, Istoé, o segundo par. Certifique-se de que haja boa ventilação no local escolhido para evitar que apodreçam devido ao excesso de humildade. Aplique fertilizante líquido 14 dias após a germinação

Antes que as mudas se tornem finas e compridas é preciso fortalecê-las, e aclimatá-las gradualmente a exposição ao ar livre. Isso deve ser feito quando a temperatura estiver suficientemente amena para plantá-las no jardim. Você pode por as mudas do lado de fora em um lugar abrigado ou de baixo de uma tela, protegendo-as depois sol quente ou das noites frias. As mudas devem ser transplantadas para o jardim em dias frescos ou nublados.

Algumas plantas de crescimento lento são obtidas com mais facilidade em viveiros que cultivadas a partir da semente. As mudas devem estar rijas prontas para o plantio. Escolha somente plantas fortes, bem desenvolvidas com folhas verdes e saudáveis e que não tenham sido atacadas por pragas procure sinas de insetos ou ovos debaixo das folhas. Os ácaros, em gera são  difícil de se ver, podem ser detectados por manchas escuras ou esbranquiçadas nas folhas.


Hoje já existe empresas especializadas em transformar e fachadas com plantas exóticas ou mesmo pequenas áreas com ervas aromáticas, pois cada módulo pode ser aplicado na parede já que são independentes. O sistema se instala separado da parede, evitando assim que a humildade passe para a parede. O plantio se da de forma normal como se fosse plantar da forma tradicional, quando as ervas estão prontas são então transplantadas para estes módulos e aplicados no local.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.