Suplementação saudável para turbinar seu cérebro

Suplementação saudável para turbinar seu cérebro

Hoje quero continuar falando a respeito do cérebro, ele é quem comanda tudo em nosso corpo. O declínio do cérebro começa aos 30 anos, a partir dai milhares de neurônios são perdidos. Para reparar esta perda e de certa forma bombar nossa memória, precisamos de bons suplementos e de ginástica tanto física como mental. Então como fazer para ter um cérebro sempre saudável e afiado?

Os alimentos básicos do cérebro são a glicose e o oxigênio. Entre 70 e 120 m (glicose) para 100 ml de sangue. O cansaço  o estresse, fadiga mental podem causar a falta de memória, e  questões importantes, como datas e compromissos, sejam esquecidos com frequência. Quando isto acontece, é preciso buscar meios para que o cérebro se recupere ao seu funcionamento normal.

No entanto, não é apenas uma boa alimentação que ajuda a aperfeiçoar a capacidade cerebral, precisa ser reforçada com suplementação, pois quando passamos de certa idade nosso organismo perde parte da capacidade de retenção de vitaminas e minerais essenciais para a vitalidade e o bom funcionamento do cérebro e do corpo. Trago então além de alimentos saudáveis que vão estimular o cérebro também alguns suplementos qua vão dar uma mãozinha para ele.

Vamos começar falando dos suplementos:

Fosfatidilserina – substância fosfolipidica que é um grande construtor das membranas cerebrais prove energia e atividade elétrica através de todo o cérebro.  Fosfatidilserina é um fosfolipídio essencial para a saúde cerebral porque promove a utilização de glicose pelo cérebro. A glicose é o principal combustível do nosso sistema nervoso, quase 20% da glicose no nosso corpo é utilizado apenas pelo cérebro. A Fosfatidilserina também aumenta os níveis de acetilcolina.

Assim a suplementação com a mesma provoca/permite/aumenta/estimula a melhora da memória, aumenta a capacidade mental, cognitiva, bem como a capacidade de concentração, diminuição da concentração de cortisol, diminuindo o estresse e produção de radicais livres no cérebro, prevenindo o catabolismo muscular e acelerando a recuperação do musculo (atenua a resposta do cortisol ao exercício).

A Fosfatidilserina é responsável pela diminuição da secreção do hormônio ACTH (adrenocorticotrofina) após o exercício, o que leva à diminuição da secreção de cortisol – um hormônio do stress / catabólica, que se eleva em resposta ao exercício – o que acelera destruição das células musculares. Ajuda atletas na adaptação ao stress do exercício, uma vez que tem um papel fundamental na reparação das membranas de células vitais, destruídas durante o treinamento intenso.

Ela também reduz o risco de demência e déficit cognitivo em idosos, aumenta o metabolismo das células cerebrais, melhora a memória, concentração, capacidade de aprendizagem e de tomar decisões ( Os tecidos cerebrais são especialmente ricos em fosfatidilserina, à medida que envelhecemos diminui a quantidade de fosfolipídio presente nas células) ajuda a manter a integridade das membranas celulares e a manter a plasticidade sináptica,

permite uma melhor entrada de nutrientes e a saída dos produtos residuais das células e a melhor comunicação entre elas, facilitando a condução dos impulsos nervosos e a libertação dos neurotransmissores. Estimula a liberação de vários neurotransmissores como a acetilcolina e a dopamina; melhora o transporte de iõns e aumenta o número de receptores locais de certos neurotransmissores no cérebro.

Ela atravessa a barreira hematoencefálica e atinge o cérebro em poucos minutos é absorvida. Este fosfolipídio é um componente chave das membranas celulares no cérebro e, portanto, a investigação clínica tem focado a atenção na função mental e memória, especialmente em pessoas mais velhas, a capacidade de orientação e humor, e de inverter alguns sintomas relacionados à diminuição da memória causada pelo envelhecimento.

 

Suplementação saudável para turbinar seu cérebro

 

Ácido Alpha Lipóico (100 mg) – aumenta o fluxo sanguíneo para os nervos e melhora a condução dos impulsos nervosos. É uma coenzima antioxidante muito eficaz, pois além de combater os radicais livres, ele regenera os tecidos lesados. Alguns denominam o Ácido Lipóico de “antioxidante universal” devido a sua capacidade de combater os radicais livres tanto em locais gordurosos como locais baseados em água, tais como a pele e os músculos, pois o mesmo é solúvel tanto na água quanto na gordura.

Acetil L-Glutamina (25 gramas) – usada como fonte de energia pelo cérebro e é convertida em ácido glutâmico. Essencial para a função do cérebro e GABA, um importante neurotransmissor.

SAME (S-adenosil metionina) – o SAME é um produto natural proveniente da reação bioquímica entre a metionina e o ATP, catalizada pela metionina S adenosiltransferase. No fígado metade da metionina corporal é convertida em SAME, cuja ação principal é fornecer radical metila para síntese de neurotransmissores, melatonina ADN, proteínas e, foslípides inclusive a fosfatidilcolina.

Distúrbios envolvidos nos processos bioquímicos de metilação são responsáveis por depressão, demência, mielopatia e neuropatia periféricas, além de outras desordens neurológicas. O SAME é o fornecedor do grupamento metila para a enzima acetiladora que converte a serotonina em melatonina.

Esta reação obedece ao ritmo circadiano, onde ocorre síntese de SAME durante o dia e Melatonina à noite. A síntese diária do SAME está na dependência do ácido fólico e da vitamina B12.

Por transsulfuração o SAME é metabolizado à cisteína, taurina e glutation, e com a arginina catalisam a síntese de polianinas essenciais para o crescimento e diferenciação das células neurais, como: espermina, espermidina e putrescina. A síntese diária do SAME (S-adenosil metionina) substância importantíssima na regeneração e prevenção ao envelhecimento do SNC está na dependência do ácido fólico e da vitamina B12.

Consulte o seu médico ou nutricionista antes de usar estes aminoácidos.

VITAMINAS DO COMPLEXO B Há doze tipos diferentes de vitamina B, dos quais cinco têm demonstrado efeitos positivos no sistema nervoso: Vitamina B1 (Tiamina) é considerado um poderoso antioxidante, com importante função no metabolismo energético, por participar na conversão da glicose em energia, atuando na fase de piruvato à acetil Co A.

A dose recomendada varia de 25 a 300 mg por dia. Considerando que a vitamina B1 desempenha papel essencial no metabolismo dos carboidratos, a maior fonte de energia para as células, a sua deficiência nutricional pode ser observada quando encontramos falhas no metabolismo cerebral, como desnutridos e alcoólatras.Devemos observar que dietas ricas em carboidratos apagam a tiamina. As fontes de vitamina B1 são: carnes vermelhas, soja, arroz integral, grãos integrais, ovos e peixes.

Vitamina B3 (niacina) ajuda a desenvolver a memória e combater o stress. Doses recomendadas: 50 a 100 mg diariamente.

Vitamina B5 (Ácido pantotênico) – O ácido pantotênico faz parte da molécula da Coenzima A, e como a conversão da colina em acetilcolina (importante para a memória) necessita da acetilação da colina que é dependente da acetil Co A, esta é a fase de ação do ácido pantotênico.

Nesta etapa também participa a lecitina. O ácido pantotênico é indispensável para síntese de lipídios e hormônios esteroides. Nas situações de estresse ocorre um grande consumo desta vitamina (chamada de anti-stress). Dosagem de 50 a 100 mg/dia.

Vitamina B6 (Piridoxina) – A vitamina B6 é uma das mais importante para o sistema nervoso central, porque é uma coenzima na transaminação, e descarboxilação de aminoácidos, ajudando o cérebro a produzir neurotransmissores vitais ao seu funcionamento. Tem demonstrado aumentar o tempo de vida e diminuir o stress.  As doses recomendadas são de 50 a 100 mg por dia.

Vitamina B12 (Cianocobalamina) está relacionada no tratamento de deficiências cerebrais por lesões a nível de SNC, processos degenerativos, principalmente desmielinizantes do sistema nervoso periférico. Doses de 50 a 100 mcg são sugeridas em associação com 400 mcg de ácido fólico.

A vitamina B12 praticamente inexiste nos vegetais, portanto os vegetarianos, geralmente tem deficiência de vitamina B12, que é encontrada nos alimentos de origem animal. A vitamina B12 está vinculada ao metabolismo dos lípides, participando na elaboração da porção lipídica da lipoproteína da bainha de mielina, por atuar promovendo a transferência de hidrogênio e isometerização, na conversão do metilmalonato em succinato.

Para facilitar voce pode comprar um complexo vitamínico B100 onde já tem todas esta s vitaminas do complexo B

Vamos falar agora de alimentos para o cérebro

O Selênio

Pesquisas recentes, como as realizadas pela Universidade de Otago, na Nova Zelândia, comprovam que pessoas com  carência desse mineral são mais depressivas, irritadas e ansiosas.

Fontes: castanha-do-pará, outras castanhas, nozes, amêndoas, trigo integral e peixes.

A castanha-do-Pará  fornece 100 microgramas de selênio. A recomendação diária é de 55 por dia.

MAGNÉSIO

o magnésio é um nutriente fundamental para o funcionamento da memória.

Fontes: folhas verdes, granola, aveia, farelo de trigo, arroz integral, brócolis, amêndoas, castanhas de caju, banana.

COUVE

Um estudo da publicação Neurology mostrou que comer duas ou mais porções de hortaliças — especialmente as de folhas

verde-escuras — diminui o declínio cognitivo em 40%.

ÔMEGA 3

Melhora as funções cerebrais e auxiliar no controle do stress. Ajudam na luta contra o colesterol elevado e contra inflamações. Essa gordura previne doenças degenerativas e regulariza neurotransmissores do bem-estar. O óleo de Peixe – rico em ácidos graxos poliinsaturados do tipo ômega-3.

A carência no organismo dessas substâncias desfavorece a neutralização dos radicais livres provenientes da gordura trans dos alimentos, auxilia a hiperlipidemia e a síndrome plurimetabólica. Uma dieta pobre em ômega-3 favorece o desenvolvimento de doenças crônicas cardiovasculares.O ômega 3 auxilia a regularizar a fluidez do sangue e também na proteção contra doenças cardíacas, redução do colesterol,triglicérides e hipertensão arterial.

FISETINA

Segundo pesquisa realizada pelo Instituto Salk, na Califórnia (EUA), a fisetina uma substância que se encontra no morango, pêssego, uva, kiwi, tomate, maçã e também na cebola e espinafre vem sendo considerada fundamental para manter a memória jovem. A função da fisetina é estimular a formação de novas conexões entre os neurônios (ramificações) e fortalecê-las. Os alimentos deste grupo contêm substâncias que facilitam a comunicação entre os neurônios, aumentando também a capacidade de pensar, se concentrar, aprender e memorizar.

FERRO

Um estudo conduzido pela Universidade da Pensilvânia, nos EUA, verificou que mesmo uma pequena deficiência de ferro talvez prejudique a memória. Mas quando os níveis são restabelecidos o desempenho nos testes melhora. Fontes de ferro: carnes,folhas verde escuras, grãos integrais, ervilha torta, lentilha, feijão.

ÁCIDO FÓLICO

A publicação Neuroepidemiology, por sua vez, mostrou uma relação entre baixos índices de ácido fólico e queda no desempenho cognitivo. O ácido fólico reduz o aminoácido homocisteína, que em excesso prejudica a atividade cerebral. Fontes de ácido fólico:vegetais folhosos verde escuros (espinafre, brócolis, couve, rúcula), tomate, cogumelos shimeji e shitake.

ÓLEO DE COCO

Os triglicéridos de cadeia média encontrados no óleo de coco são prontamente convertidos em combustível utilizado pelas células do cérebro para uma melhoria da função cerebral.

 

Uma dieta saudável que atende as necessidades especificas do cérebro pode ajudar nossos neurônios a alcançar um equilíbrio químico satisfatório. O cérebro depende do fígado e trato gastrointestinal saudáveis para usar bem o alimento, para absorver nutrientes apropriadamente e liberá-los ao cérebro, para remover toxinas e manter a atividade apropriada do sistema imune.

As células nervosas são amplamente compostas de lipídios e por isso os tipos corretos de gordura na dieta são um dos elementos críticos mais importantes na criação e manutenção da saúde cerebral.

Até a próxima

 

One Comment

  1. Pingback: Bolinho de Batata e Espinafre - Verdes Naturais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.